17 de novembro de 2010

O SEGREDO DOS CHINESES




Como devem ser as refeições 
de acordo com o sábio menu energético

Café-da-manhã 
Primeira e principal refeição do dia, precisa ser feita logo que a pessoa desperta
Inclua vários cereais: aveia, gérmen de trigo, milho, flocos de milho, granola, pães e bolos integrais e mingau à base de cereal
Escolha sempre alimentos naturais e ricos em fibras
Consuma laticínios com moderação 

Colação
É uma pequena e leve refeição que tem como objetivo manter intervalos regulares de três horas entre café-da-manhã e almoço
Boa hora para saborear uma fruta
Se preferir opte por uma porção de cereal

Almoço 
Deve ser realizado em torno do meio-dia
Monte o prato com cereais como arroz, milho, ervilha, grão-de-bico
Cuide da combinação de cores e sabores, evitando abusos ou exclusões
Utilize partes diversas dos alimentos para se nutrir de vários elementos energéticos, como folhas (agrião, alface, escarola, espinafre, rúcula, couve), talos (de couve, agrião, beterraba, aipo, espinafre), flores (brócolis, couve-flor), sementes (cereal ou leguminosa) e um tipo de carne
Evite líquidos e sobremesas, que atrapalham o processo digestivo
Também não é aconselhável misturar frutas nas preparações
Respeite o clima quando for optar por refeições cruas ou cozidas 

Lanche
Como a colação, tem o objetivo de evitar longos intervalos entre as refeições
O ideal é um prato à base de frutas ou o bom lanche da fazenda com tubérculos (aipim, batata-doce, inhame) e raízes cozidas (beterraba, cenoura) 

Jantar
O horário apropriado para essa refeição é até as oito da noite. Mais tarde do que isso, dê preferência a sopas e caldos para facilitar o processo digestivo
Como no almoço, preste atenção às cores, sabores e partes dos alimentos. Você deverá ter em seu prato elementos que crescem embaixo da terra como tubérculos, bulbos (cebola, alho, alho-poró) e raízes. Inclua também folhas (agrião, alface, escarola, espinafre, rúcula, couve) e frutos (abobrinha, pepino, tomate, pimentão, berinjela, chuchu, abóbora). Se quiser incluir carne, opte por frutos do mar Não coma cereais, leguminosas e carne vermelha
Novamente respeite a estação quando escolher preparações cruas ou cozidas
A hora é ideal para receitas que levam peixes e frutos do mar

Ceia
Só é necessária se houver um intervalo muito grande entre o jantar e a hora de dormir
A digestão deverá ser favorecida ao máximo, então prefira frutas cozidas ou assadas e aposte na preparação de saborosos e nutritivos chás




A INFLUÊNCIA DAS ESTAÇÕES

Segundo os seguidores da dieta com ênfase na medicina tradicional chinesa, é necessário mudar o cardápio a cada estação climática.
 Para eles, essa é a fórmula para nutrir o corpo e equilibrar a saúde 



OUTONO 

Hora de 'amornar' a alimentação e melhorar o cuidado energético relacionado ao pulmão e ao intestino grosso 
Sinal verde A salada deve ser crua no almoço e levemente cozida no jantar
O sabor da estação é o picante, que ajuda a dispersar as toxinas. Use cebola, alho, gérmen de trigo, agrião, alho-poró, mostarda, nabo, inhame e rabanete
Inclua alimentos integrais como milho, farelo de trigo, farelo de aveia e aveia em flocos
Hora da cor branca do arroz, nabo, aipim, cebola, alho, cogumelo e pêra
Os temperos podem ser levemente picantes como gengibre, alecrim, noz-moscada, cebolinha, canela, cominho, erva-doce, hortelã e louro

BOA DICA
Missoshiro (sopa à base de soja, tradicional na culinária japonesa) é indicado porque promove uma desintoxicação intestinal. Vai bem com um tempero verde como a cebolinha

SINAL VERMELHO:
Nada de alimentos excessivamente picantes, pois podem comprometer o sistema respiratório e também aqueles que geram calor ou frio de grande intensidade 

ATENÇÃO:
O período é morno. Evite alimentos crus à noite. E modere com laticínios, manga e caqui, que favorecem o muco 


INVERNO 

Época do quente e do repouso. 
Poupe o processo digestivo e fortaleça a energia dos rins e da bexiga
Sinal verde Consuma cenoura, beterraba, nabo, rabanete, inhame, batata-doce
A cor é o preto do feijão, da alga marinha, da ameixa e do gergelim
Saboreie o salgado dos peixes e frutos do mar, rã, aveia (que não deve ser utilizada fria nem crua)
Acrescente ao prato cereais como arroz, milho, trigo, centeio, aveia, cevada, painço; leguminosas do tipo feijão, grão-de-bico, ervilha, lentinha e soja; e sementes como de girassol, gergelim, abóbora, papoula
Os temperos devem aquecer. Inclua alho, alfavaca, açafrão, alecrim, cominho, canela, cebola, cebolinha, coentro, cravo, gengibre, manjericão, noz-moscada e pimentas.
Chás são bem-vindos: maçã com canela, erva-doce, casca de tangerina, canela, cravo

BOA DICA: 
Se o frio for ameno, misture chás 'quentes' com ervas mais refrescantes como hortelã capim-limão ou erva-cidreira

SINAL VERMELHO:
Evite tudo que for gelado, assim como alimentos crus à noite. As frutas são melhores assadas, cozidas ou desidratadas.

ATENÇÃO
Alimentos de 'natureza' fria - amora, banana, cana-de-açúcar, caqui, manga, melancia, tomate - devem ser excluídos se estiverem crus 

PRIMAVERA 

A fase é refrescante e boa para fazer circular a energia vital

Sinal verde Opte por saladas cruas no almoço e ligeiramente cozidas no jantar. O momento é bom para aumentar o consumo de verduras e também brotos como de feijão, de trigo, da lentilha, de alfafa
Os temperos precisam ser suaves. Por exemplo salsa, sálvia, hortelã, coentro, cebolinha, manjericão
As frutas podem ser ácidas, mas devem ser combinadas com outras naturalmente doces. Que tal um suco de maracujá com laranja-lima?
Água-de-coco e sucos naturais como os feitos com talos e brotos, são uma boa pedida

BOA DICA: 
A temporada também é propícia a chás, como de hortelã, capim-limão, cidreira, folha de laranjeira. Para desintoxicar o fígado, a sugestão é o de boldo ou carqueja

SINAL VERMELHO:
Risque do cardápio álcool, frituras, preparações gordurosas, carnes gordas, chocolate, amendoim, coco, castanhas, pistache, manteiga, margarina, queijos, leite, vinagre

ATENÇÃO: 
Saiba que um copo de suco de laranja diariamente nesta estação é o suficiente para gerar desequilíbrio. Portanto, evite a fruta 

VERÃO 

Momento de se hidratar e tonificar as energias do coração e do intestino delgado

SINAL VERDE:
Época do cru, das frutas, dos sucos e de muita água
Saladas cruas no almoço e jantar
Durante o dia, coma frutas frescas como maçã, figo, mamão, laranja, melão, melancia, pêra, uva, ameixa, amora e abacaxi
É hora do amargo, presente na couve, chicória, escarola, centeio e alface e das flores como brócolis, couve-flor e alcachofra
Prefira carnes brancas e temperos refrescantes como hortelã, sálvia e orégano
Não deixe faltar o vermelho na sua dieta. Vá de melancia, beterraba, tomate e acerola
Inclua no menu chá verde, de flor de jasmim, de carqueja, de hortelã, de capim-limão e de flor de abacaxi com hortelã

BOA DICA: 
Se o calor for intenso, coloque folhas de hortelã na água e deixe por algumas horas antes de beber

SINAL VERMELHO:
Cuidado com alimentos gordurosos, frituras, café, chocolate, amêndoa, castanha, noz, amendoim, coco, manteiga, margarina, curry, pimentas, gengibre, bebidas alcoólicas, frutas desidratadas e carnes vermelhas. Evite o uso de alho, que é um tempero que aquece

ATENÇÃO:
Tabaco é quente.
 Então, o fumo, que é sempre ruim, no verão provoca efeito devastador 



COMER COM SABEDORIA
DE ANA BEATRIZ VIEIRA PINHEIRO
 (ED. NOVA ERA)